Recentemente li este livro (foto) do Ryan Holiday e fiquei entusiasmado em poder agregar algumas técnicas de Growth Hacking em meus trabalhos de Marketing Digital.

Por isso, para contribuir com você empreendedor, vou compartilhar alguns insights retirados do livro. Tudo para te apresentar novos caminhos.  Algo para sua empresa atrair clientes ou mesmo vender mais para os atuais consumidores.

O “Growth Hacker Marketing” é uma obra que reforça a relevância dos testes. É um livro que se baseia no “Growth Hacking” (método de crescimento escalável) só que aplicado ao marketing.

Abaixo segue o que mais me marcou no Growth Hacker Marketing:
– Enxergar novos processos de aquisição sem depender do marketing tradicional (TV, rádio, jornal, portais).
– Desvendar processos de crescimento com base em testes constantes (foi assim que AirBnb, Uber, Dropbox fizeram).
– Analisar quais são as métricas que realmente importam e mensurar os resultados.
– Otimizar conversões de forma constante.
– Verificar formas de propagar/viralizar seu produto/serviço a partir do Marketing de Indicação (Referral Marketing). 
– Avaliar cada ciclo e focar na melhoria contínua dos processos.

Ryan Holiday defende o Growth Hacking não como uma técnica ou metodologia, mas como um modelo mental/mindset. Ele demonstra que esta configuração mental pode ser aplicada ao marketing, o que resulta no termo Growth Hacking Marketing. O título de seu livro, no meu entendimento remete ao cargo, função ou especialista da área de Growth Hacking no Marketing, ou seja Growth Hacker Marketing.

  • Mas como seria o Growth Hacking Marketing na prática?

Cada empresa possui uma realidade. Por isso, realizar testes, pensar em caminhos não tradicionais, verificar como escalar seu produto/serviço de uma forma criativa e levantar os indicadores de cada etapa são ações primordiais para quem pretende usar o Growth Hacking Marketing a favor dos negócios.

Quando citamos AirBnb, Uber, Dropbox muitos empreendedores pensam que o processo de crescimento escalável (Growth Hacking) não poderia ser aplicado a suas empresas. Mas o Growth Hacking pode partir do princípio de pequenas ações, atalhos, neste contexto também chamados de hacks.

Acompanhe no parágrafo a seguir alguns hacks para você implementar já!
Já pensou em captar informações do consumidor que já se relaciona com sua marca? Criar um clube de benefícios para quem compartilhar dados com sua empresa? Oferecer descontos para quem realizar indicações?, Engajar ainda mais o cliente atual com benefícios exclusivos? Realizar parcerias com fornecedores para ampliar o alcance da sua empresa? Existe uma infinidade de possibilidades.

Talvez um dos maiores desafios do empreendedor na hora de aplicar o Growth Hacking Marketing seria justamente se desprender do tradicional. O ideal é se desvencilhar do caminho habitual para se permitir obter resultados através do não convencional.

Alguns especialistas apontam que experimentos de Growth Hacking devem ocorrer a partir de equipes multidisciplinares, com engenheiros, marketeiros, designers, analistas de dados e afins. Apesar disso, você não precisa de um time dos sonhos para iniciar seus experimentos.

É claro que se for possível, sugiro fortemente contratar um profissional que tenha conhecimento em marketing e processos de crescimento escalável. Mas se ainda não for possível, comece com o que você já tem. 

Trace um objetivo, busque conhecimento sobre growth hacking, realize parcerias, envolva outros profissionais com habilidades diferentes da sua. Ao final do processo faça uma análise, corrija o que não funcionou, otimize o que deu certo, rode o plano mais uma vez. Não espere pelo momento ideal, pois ele nunca vai chegar!

  • Será que você empreendedor está preparado para o Growth Hacking Marketing?

Um abraço e bons negócios.
Bruno Santiago

Categorias: Canada

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish